«O Belo, a Sedução e a Partilha»

«O Belo, a Sedução e a Partilha»

O Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA) e a Fundação Gaudium Magnum – Maria e João Cortez de Lobão (FGM) lançaram o projeto museográfico conjunto «O Belo, a Sedução e a Partilha». O protocolo assinado pelas duas instituições tem a duração de cinco anos. O MNAA acolherá, assim, na sua ala de pintores estrangeiros, ao longo dos próximos dez meses, numa primeira fase, uma série de exposições que exibirão um conjunto de cinco pinturas de Old casters (mestres antigos de pintura) que fazem parte da colecção de Maria e João Cortez de Lobão.
A primeira obra a ser apresentada dentro do programa, logo após a assinatura do protocolo, é uma pintura do século XVII, Mulher numa despensa, uma obra feita em parceria entre Giacomo Legi e Antiveduto Gramatica, mestres profundamente influenciados por Caravaggio. Além da apresentação de um conjunto de obras de relevo desta importante coleção, as duas instituições desenvolverão solidariamente outras atividades científicas públicas de reforço do estudo, conhecimento e divulgação da pintura de mestres portugueses e europeus.
O programa «O Belo, a Sedução e a Partilha» estará no Museu Nacional de Arte Antiga a partir do dia 21 de outubro.