«Porque é Infinito»

Foto: João Tuna

Já todos conhecemos o trágico desfecho da história de Romeu e Julieta, de um amor que se quis infinito, mas onde a morte entrou como uma sombra maligna. Mas saberemos contar desde o início uma narrativa mil vezes contada? É esta a premissa de «Porque é Infinito», que se estreia no Teatro São João a 1 de Dezembro, às 19h00. Com direção artística de Victor Hugo Pontes, e com a adolescência em pano de fundo, a peça parte de uma releitura do texto de Shakespeare assinada por Joana Craveiro para interrogar o amor e os seus limites. O espetáculo fica em cena no São João até 4 de Dezembro, com récitas marcadas para as 19h00.